teste

Escrito por Saramar às 22h58
[] [envie esta mensagem] []



MUDANÇA

ESTE BLOG MUDOU PARA:

 

http://lidosevividos.blogspot.com



Escrito por Saramar às 16h22
[] [envie esta mensagem] []



7 DE SETEMBRO

“Minha pátria é como se não fosse”.

Se o Poetinha estivesse aqui, reafirmaria sua vontade de chorar e a sensação de fragilidade infantil da nossa pátria.

Fragilidade sim, porque é escrava de seus filhos desavergonhados e, como mãe, ainda os acolhe e protege.

Nossos somos seus filhos e ela é infantil em sua incapacidade de compreender as correntes lodosas que a estão submergindo. Infantil na medida em que a maioria dos seus filhos é ignorante, cega e, por isso, muda, inerme. Infantil porque, diante da força de seus inimigos, encolhe-se e se esconde.

“Choro de saudades da minha pátria”.

Choramos todos diante da pátria aviltada, preterida em nome de ideólogos do caos esquerdista e seus lacaios, porque aqueles não existem sem esses. Pátria, pátria, onde estão seus filhos ridiculamente, lindamente verde-amarelos que trabalham por si? Foram todos levados, foram todos comprados pela maré vermelha?

“A minha pátria é desolação de caminhos, a minha pátria é terra sedenta...”

Nos versos do Poetinha a nossa contemporaneidade: o deserto, a morte, a falta de homens de bem, de homens corajosos à frente dos destinos da patriazinha indefesa, diante do fim da ética, morrida de morte matada por seus espúrios filhos que a renegam todos os dias em proveito próprio.

Nestes tristes versos, a sede da pátria amada. Sede de futuro, mas, principalmente de presente, de desenvolvimento agora, de seriedade agora, de justiça, agora. Sede de vergonha na cara para os seus filhos que assumem desavergonhadamente que a ética é lixo e, como tal, deve ser desprezada.

Acorda minha pátria!

Levanta do teu berço esplêndido e coloque o teu bloco de cidadãos na rua para derrotar a mentira contumaz, para expulsar os corruptores, os ladrões do seu sangue, do seu suor de suas esperanças.

Chega de libertas quae será tamen.

Queremos liberdade e moralidade hoje, neste que já foi o seu dia.

Levanta-te minha Pátria.

OBS.: os textos ente aspas são do poema Pátria Minha, de Vinícius de Moraes.

 



Escrito por Saramar às 14h14
[] [envie esta mensagem] []



BETTI E O GOVERNO LULA

Paulo Betti vem tentando remediar sua última aparição dizendo que está submetido àquele velho conhecido “linchamento moral” que, segundo ele é sintoma preocupante para a nossa democracia. Coitada, é tão frágil que qualquer fato, mesmo pessoal, pode deixá-la em ruínas. Mas democracia é assim mesmo: ninguéns se julgando determinantes para a sobrevivência da pobre coitada. Temos que entender.

A choradeira do ator poderia comover algum desavisado se ele não utilizasse o modus oerandi petista de culpar os outros pela gravidade de seu pensamento, digamos, meio escatológico.

Assim, a reação à sua postura sobre a ética nada mais seria que “uma corrente de intolerância e de farisaísmo político que se esforça para desqualificar todos aqueles que se identificam com o projeto político representado pelo presidente Lula”. Qual projeto????

Linda frase. Linda e vazia a julgar pelas bobagens que afirmou depois. Mas, em se tratando de escatologia, dizem que certas coisas, quanto mais mexidas, maior o mau cheiro que provocam. E é verdade.

O ator chega ao cúmulo de citar Betinho, lembrando talvez, de um tempo em que ética e política formavam par amoroso e fiel, ao contrário do que ele pensa hoje, de acordo com suas palavras no tal jantar de apoio ao Lula.

Parte, então, para aquela balela do “erro” dos petistas, diante dos cofres abertos em 2002, como se fossem inocentes crianças deslumbradas diante de uma imensurável caixa de brinquedos. Coisa de somenos importância.

Como se vê, o apoio a Lula extrapola qualquer tipo de bom senso. Assim, o partido “errou por fazer o que todos sempre fizeram”. Criança, criança imitando adultos. É desolador o que os pobres petistas sofreram com essas influências malignas que, por sua pureza, desconheciam completamente.

E, pobrezinho do presidente da república, o próprio guardião sagrado da ética teve que se render ao congresso onde não tinha maioria, obrigado a buscar acordos e alianças. Ele só se esqueceu de dizer que esses acordos foram regiamente pagos com o mensalão. Desonestidade intelectual? Claro que não. Artista é assim mesmo, meio avoado.

Por isso mesmo e, apesar de linchado, o nobre artista defende a reeleição de Lula “pela qualidade do governo que vem fazendo, voltado para os mais pobres, dando-lhes mais poder de compra e alguma chance de ascensão social”. E já está bom, pobre não precisa de mais que isso.

Claro que atores não precisam entender economia, por isso, ele pode candidamente se animar com o maior poder de compra e chance de ascensão social dos pobres promovida por Lula, a despeito dos juros indecentes e do desemprego crescente. Mas, isso não é relevante. Relevante é o “operário” no poder.

A conclusão do ator é que a reação à m.... onde os petistas enfiaram a mãos é autoritária e oportunista e, ironia das ironias, explica que “o germe dos sistemas totalitários e das ditaduras consiste em “desqualificar os que não se alinham com o pensamento dominante”. Esqueceu-se também que a equipe comandada por Palocci, na posição de mais importante ministro do governo petista fez exatamente isso com o caseiro Francenildo (é, um trabalhador, aliás, ex).

Ao final, o ator nos ensina: “estamos chegando a um grau preocupante de intolerância”. E, finalmente, diz coisa com coisa. O povo brasileiro não mais tolera corruptos e seus defensores. A tolerância com as mais cínicas mentiras acabou faz tempo, venham elas de onde vier.

Chega, Betti, não se explique mais. Já entendemos onde suas mãos tocam.



Escrito por Saramar às 02h01
[] [envie esta mensagem] []



NÃO, CHÁVEZ! AQUI NÃO É O SEU QUINTAL

Chávez diz que Lula vencerá no 1º turno

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, garantiu no domingo que seu colega brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, vencerá as próximas eleições presidenciais sem necessidade de um segundo turno.

O governante venezuelano, que também vai tentar se reeleger em dezembro, se converteu em um forte aliado de Brasília desde a sua chegada ao poder, em 1999.

"Ele (Lula) vai ganhar em 1º de outubro as eleições no Brasil, no primeiro turno, seguro que vai ganhar", disse Chávez, informando que o presidente brasileiro pediu para adiar a inauguração de uma ponte na Venezuela, marcado para o dia da eleição no Brasil, a fim de poder participar. O governo venezuelano prevê inaugurar em outubro uma segunda ponte sobre o rio Orinoco, construída pela brasileira Odebrecht.

Lula lidera com ampla margem de vantagem as pesquisas para as eleições de outubro, que podem levá-lo a mais quatro anos à frente do governo brasileiro.

A campanha eleitoral brasileira tem sido marcada por ataques da oposição a Lula, que responsabilizam o presidente pela corrupção existente no País e pela desaceleração da economia.

Lula, que compartilha algumas idéias socialistas com Chávez, contempla em seu plano de governo reduzir taxas de juros, aumentar os investimentos públicos sem abandonar a disciplina fiscal, ampliar os programas sociais, aumentar o salário mínimo e reconstruir a indústria bélica local em coordenação com os vizinhos sul-americanos.

Reuters

 

 

Este jogo vai mudar. Aliás, já está mudando.

Esta certeza vem dos “reforços” que a campanha do apedeuta recebe. 

“Reforços” do tipo Sarney, Newtão, Quércia e este esquizofrênico Hugo Chavez.

Para aproveitar o jargão futebolês, o preferido do Macunaíma Gump, digamos que “da prata da casa” cuidamos nós.

Para o “gringo”: “ - Vá procurar sua turma! Aqui não é o seu quintal!”

 

POR ALEXANDRE



Escrito por Saramar às 07h38
[] [envie esta mensagem] []



PT E PCC, ESTRATÉGIAS SEMELHANTES

Por favor, compare:

NOTÍCIA 1:

Sob as bandeiras que engrossam os eventos de campanha de Aloizio Mercadante, candidato do PT ao governo paulista, se escondem desempregados, estudantes e até crianças de dez anos que dizem desconhecer o petista, mas são atraídos pelas promessas de churrascos, dinheiro e bolas de futebol.

Entre os militantes em Carapicuíba, estava o catador de papelão Alexandre Roberto de Oliveira, 20, de Francisco Morato, que foi fisgado pelo estômago. "Disseram que vai ter um almoço aqui e, mais tarde, um churrasco lá [Francisco Morato]. Não vou mentir para você, foi por isso que eu vim. Estou desempregado", disse ele que segurava a bandeira do candidato à Assembléia Marcos Martins (PT), de Osasco.

O estudante Manoel Jovino Rios da Silva, 10, também participou de uma caminhada de Mercadante, em Jandira, carregando um cartaz do candidato a deputado estadual do PT Reginaldo Santos, o Zezinho. Silva era um dos 18 jogadores de futebol do "Força da Juventude" que participou do evento com a promessa de receber bolas e camisas. "Disseram para a gente gritar bem alto: Zezinho! Zezinho!", disse outro "militante", Guilherme de Souza, 11. Momentos antes, em Barueri, Mercadante disse ser um fato histórico do PT a presença de muitas pessoas. "A militância sempre esteve presente na nossa história. Eu, por exemplo, fui cabo eleitoral durante mais de 15 anos. Seguramente, a grande maioria da militância que está aí acredita no Lula, no Mercadante e no PT", disse. Folha. (copiei da Star)

 

NOTÍCIA 2:

A facção criminosa que controla os presídios de São Paulo está usando moradores de rua da capital para distribuir panfletos para a população de São Paulo. Em troca, os mendigos recebem R$ 10 pelo serviço, além de uma garrafa de bebida alcoólica. Na mensagem, os criminosos denunciam maus-tratos nas cadeias e fazem novas ameaças de ataques à população e a alvos militares. Foram presos pela polícia segundo a qual, “eles nem sabiam direito o que estavam fazendo. Eles faziam esse serviço por dinheiro mesmo”. Globo. (Copiei da Gusta).

 

À parte a diferença entre os desempregados e os moradores de rua (tão iguais na falta de assistência e de oportunidades de trabalho), a estratégia política dos ocupantes do poder (no legal e no ilegal) é muito semelhante: usar os mais fracos, os mais desemparados, os miseráveis que não sabem o que fazem para espalhar as respectivas mensagens, ambas malignas.



Escrito por Saramar às 11h12
[] [envie esta mensagem] []



SEMANA DA PÁTRIA???

 

 

Estamos em plena semana da Pátria. E me pergunto:

Que Pátria é essa que está prestes a se tornar cúmplice, pelo voto, de estelionatários eleitorais, de corruptos, de venais, de mensaleiros, de sanguessugas, cujo número aumenta a cada dia, de forma alarmante?

Que Pátria é essa cujos filhos pregam a falta de ética como instrumento político?

Que Pátria é essa que assiste como a uma novela macabra, os escândalos protagonizados por aqueles que se dizem seus representantes, e os aceitam passivamente?

Que Pátria é essa que, a julgar pelos números, irá novamente se entregar nua e despudorada à “quadrilha” já identificada pelo próprio Procurador da República?

Que Pátria é essa que, mesmo se vendo espoliada pelos corruptos de todas as cores e ideologias, se cala e se tranca em inércia criminosa e complacente?

Que Pátria é essa que assiste às mentiras mais descaradas que desfilam diante de seus olhos e ouvidos inúteis porque não sabe ou não quer ouvir nem ver?

Que Pátria é essa cujos ídolos se aliam conscientemente aos corruptos, defendendo-os como se anjos fossem e induzem milhões ao erro, com sua postura imoral e falaciosa?

Que Pátria é essa que despreza seus filhos, mantendo-os na ignorância, na miséria, na humilhante condição de mendigos a suplicar por uma bolsa-esmola, em troca de sua consciência e sua alma?

Que Pátria triste é essa que se volta para os interesses dos mais atrasados representantes estrangeiros a fim de manter uma utópica representatividade internacional para, ao final, perder até essa ilusão para loucos no poder?

Que infeliz Pátria é essa que diminuiu de tamanho diante de seus filhos até se tornar uma caricatura de mãe, conspurcada, poluída, entregue a aventureiros, mentirosos e golpistas?

Que Pátria nos resta? O que mais nos resta, brasileiros?

Deixaram seus filhos que da nossa Pátria reste apenas símbolos vazios e mudos, escondidos, envergonhados do que representam?

Nesta Semana da nossa Pátria, vamos agir e recuperá-la para seus filhos que lutam e trabalham para que ela volte a ser viva e limpa e volte a se orgulhar de si.



Escrito por Saramar às 12h21
[] [envie esta mensagem] []



LULA, O ECONOMISTA

Para Lula, nem só dados econômicos medem desenvolvimento

No dia em que o IBGE divulgou o desempenho do PIB no segundo trimestre, abaixo do que esperavam analistas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato à reeleição, justificou que dados macroeconômicos não são o único termômetro do desenvolvimento do país.

"Tem pessoas insensíveis que muitas vezes enxergam uma ação apenas por alguns números da macroeconomia e não percebem que uma nação é composta por homens, mulheres, crianças e velhos vivendo uma compreensão diferente", afirmou o presidente em evento, sem mencionar os dados do Produto Interno Bruto (PIB).

O IBGE anunciou esta manhã que o desempenho da economia entre abril e junho foi o pior desde o terceiro trimestre de 2005, com crescimento de apenas 0,5% em relação ao período anterior. No primeiro semestre, o PIB cresceu 2,2 por cento. Uma pesquisa da Reuters com 19 especialistas projetava uma expansão média de 0,86 por cento.

"Se não tiver a compreensão que o desenvolvimento que queremos para o país tem de estar ligado à educação e à melhoria da distribuição de renda, podemos crescer e não dar a resposta que a sociedade precisa", declarou Lula. "E nós, do Brasil, temos essa experiência acumulada há muitas décadas."

Reuters, 31 de agosto de 2006

 

 

Algumas considerações:

1) As “pessoas insensíveis” a que se refere seriam, porventura, os funcionários do IBGE?

2) “homens, mulheres, crianças e velhos”, por acaso “esqueceu-se” dos “jovens”? E qual seria a “compreensão diferente”?

3) “Se não tiver a compreensão...”: quem? A população, a Imprensa, o IBGE ou “elle”?

4) “educação e melhoria da distribuição de renda”: seria a distribuição de mais “bolsas-esmola”? Sobre EDUCAÇÃO não há o que se comentar.

5) “podemos crescer e não dar a resposta que a sociedade precisa”: ERRADO – se o país crescer a resposta terá sido dada, pois o país NÃO É O GOVERNO e sim o povo, a sociedade.

6) “E nós, do Brasil,...”: nós quem, cara-pálida-de-pau ?

 

POR ALEXANDRE



Escrito por Saramar às 07h31
[] [envie esta mensagem] []



ETIQUETADA

Fui etiquetada duplamente.

Pelos meus queridos amigos Kafé e Vera.

Então, não tenho saída senão falar de seis coisas que gosto.

É difícil escolher, mas vamos lá.

 

  1. Gosto demais de ler e adoro meus livros. Namoro com eles, cheiro-os, acaricio-os.
  2. Gosto de comprar sapatos lindos. Namoro com eles também.
  3. Gosto de poemas e de poetas. Leio-os compulsivamente.
  4. Adoro me apaixonar, mas está difícil.
  5. Gosto de ficar acordada à noite, com meus cachorros, sonhando no quintal, lembrando de coisas bobas e boas e imaginando outras melhores ainda.
  6. Kafé, adoro café como o seu, forte e quentíssimo. É um vício.

 

Agora, vou etiquetar apenas uma amiga, uma poeta: Rose



Escrito por Saramar às 15h14
[] [envie esta mensagem] []



A CRISE DE LULA

"Nós enfrentamos no ano passado uma crise sem precedentes na história desse país (mensalão). Não vamos discutir se isso era verdade ou se era mentira. A questão é que era uma crise".

(Lula da Silva)

 

Sim, presidente Lula, você tem razão. Este país, acostumado a tantas crises, acostumado a continuar sendo, enquanto os políticos dão a luz à crises e mais crises e acostumado a superá-las, não viveu e sim, vive uma nova, imensa, vergonhosa e catastrófica crise: a da falta de caráter dos seus representantes.

Esta, certamente é a mais difícil de superar. Por isso, os brasileiros andam como zumbis, inertes e abobados que estão diante das reiteradas provas de incompetência, de corrupção, de cara de pau, de certeza da impunidade, de desinteresse pelo país, demonstrados pelo governo, como um todo. O governo, esse ente que nos parece verdadeiro satã, vampiro e sanguessuga, devorador de nossas esperanças.

São corvos malévolos a perseguir cidadãos honestos, a bicar e cegar crianças pela fome e a desnutrição. São demônios a roubar dos doentes miseráveis escravos do SUS, essa farsa cruel, ceifadora de vidas pobres.

São hienas a gozar, entre copos de uísque, charutos cubanos e putas de luxo, enquanto o trabalhador, que você prometeu proteger, deixa quase metade do seu miserável salário nos cofres públicos para sustentar e enriquecer os corruptos travestidos de salvadores da pátria.

São lobos a rondar aqueles que colocam a comida na mesa dos cidadãos brasileiros e mais dinheiro no erário, dinheiro esse que, ironicamente, irá alimentar esses mesmos lobos para que, mais fortes e mais nutridos, perpetrem as ações predatórias da infernal matilha.

São serpentes venenosas que matam tudo que se move a não ser que o movimento seja na direção de salvar sua pele imunda. Seu veneno está corroendo a pátria, está afundando os inocentes, levando-os ao pecado nada original da venalidade. Seu veneno é mel na boca dos igualmente falsos, enganosos e rastejantes amigos.

Esta crise, presidente Lula tem o morcego como símbolo. Aquele animal que não enxerga e age levado por ondas sonoras: dos falsos e comprados aplausos, das mentiras pronunciadas em microfones, dos risos de mofa dos covardes, da música que embala a dança dos corruptos, dos discursos eivados de logro.

Os únicos sons que este morcego-símbolo não ouve são: o choro das crianças famintas tapando buracos em rodovias do Piauí, o lamento das mães indígenas cujos filhos morreram de fome em Mato Grosso, os gemidos dos aposentados dispostos em calçadas pelas madrugadas geladas, o pranto convulso das famílias que tiveram parentes mortos pelos criminosos do PCC, em São Paulo e, principalmente, o altissonante grito dos cidadãos honestos exigindo justiça e honestidade, exigindo punição para os corruptos que roubaram nosso país.

Pense nesta crise, presidente. E nas conseqüências dela.



Escrito por Saramar às 19h23
[] [envie esta mensagem] []



PROTESTO

 

 

 

O Movimento Digital de Libertação Nacional, constituído em rede nacional de blogs, vem a público manifestar o seu veemente REPÚDIO E PROTESTO contra a iniciativa da Coligação do Senhor Senador José Sarney, a qual através de liminar na Justiça Eleitoral do AMAPÁ, atenta contra a liberdade de expressão ao impor a censura à jornalista Alcinéia Cavalcante, que em seu blog reporta ao fato de um eleitor protestar contra a presença daquele senador naquele Estado, com pintura em muro conforme foto acima. Pelo restabelecimento pleno da dignidade no Congresso Nacional Brasileiro. Todo poder emana do povo que aqui o exerce diretamente, 28 de agosto de 2.006.

MOVIMENTO DIGITAL DE LIBERTAÇÃO NACIONAL.

 

 

Alcinéa Cavalcante disse...

"Obrigada pelo apoio. É muito importante para nós. Mas gostaria de esclarecer que Sarney entrou na Justiça contra dois blogs: o meu (alcinea.zip.net) e o da minha irmã (alcilene.zip.net). Na ação movida, quarta-feira contra o meu blog, Sarney pedia a retirada do ar do post e comentários "O adesivo perfeito" (publicado na terça-feira), direito de resposta e aplicação de uma multa no valor de R$ 106 mil. Na sexta-feira, o Tribunal Eleitoral julgou a ação, o juiz Luiz Carlos Gomes dos Santos, relator do processo, negou o pedido de Sarney.

Quanto ao blog da minha irmã (alcilene.zip.net), Sarney pediu que fosse retirada a foto do muro "Xô Sarney" (que também está publicada no meu), direito de resposta e multa também de R$ 106 mil. A Justiça concedeu liminar na sexta-feira determinando a retirada da foto. Coincidentemente (ou não) o blog da Alcilene - que é ancorado no uol - está fora do ar desde sexta-feira. Alcilene pediu explicações ao UOL, mas até agora não obteve resposta.Além da perseguição aos blogs, a coligação de Sarney vem perseguindo jornais e emissoras de rádio no Amapá."



Escrito por Saramar às 07h37
[] [envie esta mensagem] []



HORÁRIO POLÍTICO OU HORÁRIO DA MENTIRA?

Depois de tantos dias de horário eleitoral “gratuito”, o que temos? Nada, absolutamente nada, a não ser os discursos vazios de sempre, a retórica de boteco e as mentiras do eu-não-sei-de-nada, repetidas até a náusea.

Geraldo mostra em seu programa porque é chamado de picolé de chuchu. Como disse a VEJA, sua propaganda é fria. Seu discurso não tem sabor.

Heloísa Helena promete abaixar os juros. Ai, ai, só rindo mesmo. Lulla também prometia, não nos esquecemos disso. Porém, o que se viu foi seu crescimento quase geométrico. Essa não cola mais. O eleitor não é tão bobo como o pintam.

Já o candidato-presidente assumiu inteiramente seu lado Pinóquio. Não mais disfarça.  O que preocupa em seu discurso eleitoral é a promessa de "aprofundar, acelerar e ampliar" tudo o que fez neste governo (valha-nos, Deus!). Como o país suportará mais quatro anos de corrupção desenfreada e de inércia administrativa, principalmente se levarmos em conta que o cenário econômico mundial está mudando rapidamente para uma situação de crise?

Lulla que se adequou perfeitamente aos interesses antes considerados por seu partido como “imperialistas”, revelou-se também servil aos loucos do continente latino americano, aos antigos e aos novos. Por isso, conseguiu a proeza de tirar o país da condição de líder no Mercosul e de condutor dos destinos da América Latina levando-nos à situação  de cordeiros diante da loucura bolivariana. Conseguiu também desmoralizar o Exército brasileiro com a atuação desastrosa no Haiti.

A mediocridade do “líder” revelou-se por inteiro na única entrevista de que participou, uma vez que foge do debate como os vampiros fogem do sol. Sua incapacidade de discutir os problemas nacionais é notória, por isso ainda hoje, ao final do seu mandato, age como sindicalista de porta de fábrica, disfarçado em ternos chiques e cara de pau cheia de botox.

A esterilidade do seu discurso permeado de mentiras ficou clara naqueles onze minutos do Jornal Nacional, quando confirmou sua perturbação ao se ver submetido a situações não controladas pelo aparato militante e alienado do seu partido, do qual tenta, desesperadamente se desligar.

Como não pode falar o que sabe, sob pena de ser impedido (o que já deveria ter ocorrido, não fosse a covardia das oposições) mente descaradamente no horário político e se finge de mouco ao não falar sobre a corrupção para sempre ligada à sua atuação como presidente da república.

Por falar em impedimento, já são vários os pedidos de impeachment do presidente Lula da Silva. Se ocorrer a tragédia da reeleição (toc, toc, toc), eu-não-sei-de-nada corre sérios riscos, principalmente porque os processos que envolvem os companheiros avançam na justiça, sempre com novidades sórdidas. Acredito também que tentativas de golpes aventureiros como demonstram as iniciativas petistas não serão bem recebidas em um mundo onde os mercados são inclementes com os dinossauros vermelhos.

Por essas e outras, seu discurso no horário político é uma montanha de ilusões que deveriam envergonhar até seus companheiros, se sua alienação ou comprometimento permitissem. As cinco metas que cita não passam de balela porque repetem o discurso anterior, também mentiroso, uma vez que nada fez de produtivo neste governo. Imagine agora, com um cenário internacional nada amigável e com o desgaste natural de um segundo mandato!

Como já disse antes, se Lula for reeleito (que todos os deuses nos livrem disso) o país retrocederá 50 anos e precisaremos de mais 50 para voltar a um nível mínimo de desenvolvimento e modernidade.



Escrito por Saramar às 14h53
[] [envie esta mensagem] []



VAMOS DESPEDIR TODOS ELES

Eu tenho duas empregadas domésticas. Uma delas trabalha em minha casa há vários anos e sempre cumprimos nossos deveres mútuos. Juntas, trabalhamos bem e a casa anda no ritmo que estabelecemos em comum acordo.

Porém, se amanhã, ela vier me dizer que a vai procurar um bico entre a marginalidade que assola o bairro onde mora, obviamente, irei despedi-la. Se ela vier me dizer que vai enfiar a mão em certas substâncias mal cheirosas e contaminadas porque isso é inevitável no seu meio, certamente, irei despedi-la.

Como vivemos em uma democracia (?), cada um faz o que bem entender com suas mãos, sua mente, sua alma. Cada um pode fazer suas escolhas como o Ângelo afirmou em pertinente comentário neste blog.

Só um detalhe, porém, perturba essa maravilha de mundo e até Cândido, o otimista, iria chorar ao percebê-lo.

Quando formadores de opinião se entregam ao delírio alienante da esquerda e, cegos, surdos e burros desfiam seu palavrório indecente, descartando a ética como se fosse acessório, o direito de fazer o que quiser fica prejudicado.

Certos artistas nada mais são que pessoas comuns com ego de dinossauros. Vivem no período cenozóico (sei lá se não em outro, mais antigo), no qual esses répteis eram os reis do pedaço. E são justamente esses que, de tempos em tempos, surgem na esteira dos governantes de plantão para nos brindar com o seu lado negro, penumbroso ou, como diria minha avó, sem vergonha mesmo.

Eu já deixei de comprar os DVD’s do Chico Buarque, meu ídolo desde a infância por suas escolhas políticas. Deixei de ler o Veríssimo, há tempos. E agora, não mais ouvirei Wagner Tiso e nem verei nada, mas nada mesmo em que apareça o senhor José de Abreu.

Parentêses: segundo o Políbio, este tal José de Abreu “há menos de um mês esteve no RS, renegou Lula e jurou amores ao candidato do PP à Assembléia, Frederico Antunes, de quem vestiu a camiseta em Uruguaiana”.

Eu já os despedi, assim como faria com minhas empregadas. Espero que os empregadores deles façam o mesmo.

Ou será que querem em seu círculo pessoas que julgam que ética e política são excludentes?



Escrito por Saramar às 18h01
[] [envie esta mensagem] []



SANGUESSUGAS X PT

A existência dos sanguessugas, para mim, explica muito bem a anuência criminosa do congresso nacional ao festival de corrupção implantando pelo petismo no país. A ligação entre as duas tragédias é claríssima e ilustra perfeitamente o conceito de auto-proteção.

Nunca na história do país se viu um congresso mais diminuído, mais transformado em capacho, mais desmoralizado que o atual.

Em vão, os cidadãos buscaram entre os mais de 500, alguém, um indivíduo sequer que pudesse incorporar a repulsa da sociedade em relação ao mensalão e outras práticas. Afinal de contas, o PT não poderia ter conseguido comprar todos os parlamentares. Algum deveria ter se salvado do mercado dos vendilhões. O que se viu, entretanto, foi nada. Aliás, vimos a impunidade, a autodefesa baseada em minúcias jurídicas vergonhosas às quais os sem-mandato não têm direito.

Atônita, a sociedade assistiu a um imenso desfile de crimes que levaram à renúncia e à demissão, inúmeros integrantes do governo, sem que nada mais acontecesse, a não ser alguns pobres discursos na antiga “casa de leis”, hoje, moradia da vergonha ou da falta de vergonha. E todos se perguntavam: o que acontece que ninguém é punido? Por que basta o Lula dizer que não sabia de nada e permanecer imune às dezenas de denúncias contra seu governo e seu partido?

Aliás, sobre isso, permitam-me uma digressão: ouvi uma frase mais ou menos assim: "Lula dizer que não sabia de nada que seus mais próximos assessores faziam equivale a dizer que Hitler não sabia do que as SS cometiam durante seu governo".

Voltando ao assunto. As respostas à perplexidade dos cidadãos diante da impunidade dos corruptos comemorada inclusive, com a dança da pizza e com o cinismo entranhado em todas as manifestações dos acusados, encontro-as todas na existência dos sanguessugas.

Os mensaleiros se calaram porque são mensaleiros e o resto quase todo do congresso se calou diante dos “erros” cometidos pela “quadrilha” petista porque são sanguessugas. É simples assim. Há dois grupos de assaltantes do erário no congresso e há congressistas que pertencem a ambos.

Então, nada mais razoável que um grupo proteger o outro. Por isso, todos se calaram, aceitando tranquilamente as ações dos colegas porque um grupo não atrapalhava o outro. E, se alguém falasse, atrapalharia todos, como fez Jefferson ironicamente, um dos poucos punidos. É ou não auto-proteção?

Assim, na festa de corrupção que tomou o país, entre mensaleiros e sanguessugas, salvaram-se quase todos, para mais uma legislatura em proveito próprio.



Escrito por Saramar às 20h32
[] [envie esta mensagem] []



ONDE ESTÃO OS ELEITORES DE LULA?

Os eleitores invisíveis de Lula, que só aparecem nas pesquisas, ficarão na história.

Como a única pesquisa em que acredito é aquela que sai das urnas (estas mesmas, sob dúvida, depois do caso de Garulhos), não saio arrancando os cabelos quando são publicados esses números do já-ganhou.

Fiquei pensando onde estarão esses eleitores petistas porque basta fazer uma pesquisa informal em qualquer agrupamento de pessoas que percebemos o repúdio que o nome Lula da Silva provoca. Eu mesma ando fazendo isso demais. Raramente encontro alguém que afirme votar no eu-não-sabia-de nada. Quando encontro, é claro que desfio o rosário de “erros” já conhecido, na tentativa de mostrar que elle não merece novamente nossa confiança. Evito, porém, dizer o que elle realmente merece para não acirrar os ânimos. Todo mundo sabe como os petistas são educados e bons argumentadores.

É claro que a militância petista, coitada, irá votar no candidato-presidente porque é incapaz de raciocinar e ver que elle jamais cumprirá nada do que promete. É muito alienada e precisam urgente de um tratamento para retirar de si as bobagens que lhes ensinaram a repetir por anos. Quem sabe não serão esses militantes os únicos entrevistados nas pesquisas de intenção de votos? Isso explicaria o fato de nenhuma pessoa normal votar em Lula da Silva.

Mas, conversando, há alguns dias, com uma amiga que transita em diversas instituições públicas federais, compreendi uma coisa. O aparelho do Estado brasileiro pelos petistas é profundo e intensamente capilarizado. Segundo essa amiga, o ambiente nestas instituições segue o modelo “democrático” cubano, ou seja, todos vigiam todos. Assim, quem não quer perder a sinecurazinha, jamais admitirá que vota em outro candidato. Estes também talvez sejam os preferidos dos institutos de pesquisa.

Talvez essas coisas expliquem a Lucas Mendes, recém chegado dos EUA, o fato de não encontrar um eleitor sequer do Lula da Silva, candidato do PT, aquele partido da estrela vermelha que ele tenta tanto esconder.



Escrito por Saramar às 17h43
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, GOIANIA, Mulher, Livros, Política, viagens, internet, blogs, filmes
MSN -



Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Abrindo Janelas
Alerta Brasil
Altino Machado
Aluízio
A Marvada Pinga
Angelo da C.I.A.
Avenida Copacabana
Azimuth
Blog de um Cidadão
Blogando Francamente
Camarada Arcanjo
Bloody Mary
Carl, O Vigilante
CapaEspada
Cidadania e Efeito
Escabinos
Esquadrinhando
estacaopequi
Estados Gerais
Eu odeio Lula
Ex-petista
Falares
Freeman
Jacaré Doido
Janer Cristaldo
Joca
Jornalismo Boçal
Jus Indignatus
Kafe Roceiro
Kika
Magui
Marilia Mota
Marcos Vasconcellos
Meu Bazar de Idéias
Minuto Político
Moderado
Moita
Movimento da Ordem e da Vigília
Nat
Nariz Gelado
Natu
Nemerson Lavoura
Nômade
Nós estamos de olho
Outras Letras
Ozeas
Parlamentando - Jarbas
Patrick
Perfecte Sense
Primeira Leitura
Quintal do Leão
Quitanda
Radar
Ramses Séc. XXI
Reinaldo Azevedo
Ricardo Joss
Sábios de Sião
Santa
Seguindo pelo lado direito
SECRETÁRIA ELETRÔNICA DO LULA
Sergio Maidana
Serjão comenta do céu
Sérpico
Sô Besta Blog
Sombra4
Soube
Spersivo
StarSasa
Stella
Tambosi
Tonico
Trem Azul
Trilhas e Terras
Ursa Sentada
Vera
Verdades não Contabilizadas
Voto Nulo Não
Zigue-Zagueando...